sexta-feira, 30 de maio de 2014

Lisboa rumo a Peniche


26/05/14 - Pegamos as bikes. O plano era chegar ate Ericeiras mas depois de 20 km percorridos, tive a visão do paraíso...Uma lanchonete que vendia hamburguers. Estava aberto, entramos. Angela preparou um belo sanduiche pra gente, que delícia. O dono da lanchonete é o Carlos, um português muito simpático. Ficou animadíssimo com a nossa viagem e entre uma conversa e outra nos convidou para dormir em sua casa. Conhecemos sua esposa, a brasileira Solange, com a mesma simpatia do marido, decidimos ficar. Jantamos todos juntos um delicioso frango. Dormimos numa cama confortável e quente. Fomos muito bem tratados. Eles tem uma cabrita anã linda chamada Margarida, uma figura. La também estava o Edu, um brasileiro que mora em Portugal há 8 anos, nos deu café da manhã. Queríamos agradecer imensamente pelo carinho de todos. Foi impressionante como fomos bem tratados. Obrigada.

Preparados para o ínicio da viagem de bike.


Os motoristas portugueses respeitam muito o cicloviajante por aqui. 
Lombras pelo caminho

Carlos e Margarida que não para quieta, lindona.


Carlos, Margarida, Sol, Angela, Julie, Thiago, Edu e Tolhinhas.


27/05/14 – Carlos ainda disse que podíamos ficar mais tempo la, mas decidimos partir. Chegamos rapidinho em Ericeiras debaixo de chuva, nem ia rolar de montar barraca, sorte que tinha umas cabanas de surfista mais em conta valeu a pena.


Tendinha por 17,00 euros, sendo que se fossemos acampar ia sair por 11,00 euros. 3,50 por pessoas mais 4,00 da barraca. Sim, a barraca paga pra acampar. :/


Vilas dos surfistas, no verão deve bombar de gente.
 28/05/14 - Rumo a Torres Vedras. Andamos 30 km, chegando la não tinha camping, falamos com os bombeiros e a polícia se poderíamos acampar por ali e não era permitido. O jeito foi seguir pra Santa Cruz. Total de 45 km.


Saindo de Ericeiras, tempo feio.


Pelo caminho... Olhem os surfistas.

Thiago dando uma força pra galera.



Centro de Torres Vedras


29/05/14 - Saimos de Santa Cruz (valor do camping 10 euros) rumo a Peniche. Depois de 35 km rodados, achamos um camping mega barato por 3,65 euros, nós dois e mais a barraca. Merecemos ate 1 dia de descanso, até agora foram 4 dias de pedal sem parar.



No caminho, colhemos nêsperas, no Brasil é caríssimo.


Promoção pasteis de nata por 0,20 cent, maravilha.


Fazendo o rango, carne, ebaaaa.


Rango delicioso pra fechar a noite. Strogocheese de carne, pois não achamos requeijão no mercado, e o creme cheese (Philadelfia) estava na promoção por 1,10. Ficou bom demais.

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Belém e Pedro Ivo.


22/05/14 - Fomos a Belém visitar o Mosteiro dos Jeronimos e a Torre de Belém. Comemos pastéis de Belém legítimos, que maravilha meu Deus
24/05/14 - Pedro Ivo passou no camping as 09:30. Encontramos seus amigos para surfar, mas acabou não rolando. Foram andar de skate numa pista irada. Escalamos boulder. Visitamos a escola de escalada, vias a beira da praia. Muitas paisagens lindas, tomamos 7up, das antigas.
A cidade estava cheia de espanhóis, vieram ver a final da Champions aqui em Lisboa, jogo emocionante, Real Madri campeão.
Pedro nos deu as melhores dicas possíveis, sobre tudo o que precisávamos saber. Valeu demais lek.

Túmulo do Vasco da Gama
Túmulo de Luís Vaz de Camões

Pastéis de Belém! Lugar onde surgiu!
Meninos brincando na pista de skate.

Bebezão mandou ver. Foi skatista na adolescencia.
Praia em Lisboa.

Muitas praias lindas e interessantes em Lisboa.
Boulder descalço.

Dando um pega na pedra também.
Pedro Ivo e nós.
Festival de jazz na Torre de Belém.

Assistindo a final da Champions na mesma cidade onde tava rolando. Lisboa.





quarta-feira, 21 de maio de 2014

Quinta da Regaleira

Pensa num frio...Isso porque é primavera. Muita chuva, quando deu uma tregua partimos para uma vila portuguesa chamada Sintra. Que lugar lindo, agora sim me sinto na europa. Muitos turistas por la, vimos um musico de rua tocando Caetano "gosto muito de você, leãozinho...". Fomos a essa vila exclusivamente pra conhecer a Quinta da Regaleira. Sensacional, queria muito entender a lombra desse lugar. Segue um resumo: Constitui um dos mais surpreendentes e enigmáticos monumentos da Paisagem Cultural de Sintra, classificada como Patrimônio Mundial pela UNESCO. Na atmosférica mágica dos seus cênicos jardins e na sua arquitetura, revela-se a imensidão cósmica e poética de uma Mansão Filosofal lusa. É uma viagem num universo imaginário de símbolos e metáforas. Lá, nada é o que parece ser, mas sempre o indicio de algo intenso, transcendente, misterioso...

Sintra

Tem arte espalhada por toda a vila
Entrada da Quinta da Regaleira
Palácio da Regaleira


















Dentro do Palácio
Dentro do Palácio

Dentro do Palácio

Topo do Palácio

Vista do Palácio


Capela da Santíssima Trindade
Dentro da Capela
Detalhes pelo caminho
Vista do Palácio e da Capela

Gruta da Leda
A gruta vista por onde desce o lustre
Aí começa a lombra. Através daquelas pedras na esquerda, entramos num túnel e saímos no Poço Iniciático (abaixo)



























Poço Iniciático
Subimos o poço e no quarto andar chegamos até o Portal dos Guardiões
Portal dos Guardiões


Vista de dentro do portal


Vista do castelo